Publicidade

Posts com a Tag Kendrick Lamar

sexta-feira, 4 de março de 2016 Novidades | 21:27

Kendrick Lamar lançou uma obra-prima com os restos de “To Pimp A Butterfly”

Compartilhe: Twitter

O disco mais recente de Kendrick Lamar, “To Pimp A Butterlfy“, não foi eleito o melhor de 2015 à toa. Tanto que nesta sexta-feira (4) o rapper lançou um novo álbum só com o que sobrou daquelas sessões de gravação e, mais uma vez, fez uma obra-prima.

screen-shot-2016-01-14-at-9-15-37-pm

Com oito faixas, “untitled unmastered.” mostra que “TPAB” podia ter sido um disco ainda melhor. As músicas que não entraram no álbum mantêm a mesma qualidade daquelas que entraram e só confirmam que Kendrick Lamar é um dos maiores nomes de nossa geração.

Assim como o álbum, as faixas não têm título e são identificadas por um número e a data em que provavelmente foram gravadas. As datas indicam que as músicas são de um período que vai de 2013 a 2016.

Curiosamente, o disco foi lançado após um pedido especial de LeBron James. Depois de ver Kendrick no Grammy, o jogador de basquete usou o Twitter para pedir que o rapper liberasse as músicas que não foram usadas em “To Pimp A Butterfly” – e o pedido foi atendido.

Enquanto Kanye West causa com seu “The Life of Pablo” e faz suspense sobre um possível novo álbum, Kendrick Lamar consegue lançar um disco ainda melhor só com aquilo que ele achou que não valeria a pena ser lançado.

Ouça abaixo “untitled unmastered.”:

Autor: Tags:

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016 Rap | 20:12

O Grammy cometeu mais um erro histórico ao não premiar Kendrick Lamar

Compartilhe: Twitter

Kendrick Lamar chegou ao Grammy Awards, nessa segunda-feira (15), como o grande favorito. Com 11 indicações, o rapper foi o artista mais premiado da noite e fez uma apresentação marcante, mas acabou sendo vítima de mais um desses erros históricos que a academia insiste em cometer e viu seu álbum “To Pimp A Butterlfy” perder o gramofone de disco do ano para o “1989” de Taylor Swift.

Não é absurdo algum dar o prêmio de álbum do ano para “1989”, afinal o disco foi o melhor produto do pop nos últimos anos e quebrou recordes de venda. O absurdo é não premiar o álbum de Kendrick Lamar. “To Pimp A Butterfly” é um impecável registro da relevância do rapper de Compton para a música contemporânea. Prova disso é que ele dominou os prêmios na categoria de rap, que neste foi bem concorrida com trabalhos ótimos de J Cole, Dr. Dre e Drake.

Apesar de “To Pimp A Butterfly” não ter recebido o prêmio que merecia e “Alright”, um dos hits mais importantes para a sociedade nos últimos anos, ter sido esnobado nas grandes categorias, Kendrick Lamar provou ao vivo por que é o maior artista da atualidade. No melhor show da premiação, o rapper levou influências da África para o palco e cantou pela cultura negra no palco do Grammy – isso praticamente na mesma semana em que Beyoncé soltou a bomba que foi o clipe de “Formation”, que está gerando discussão nos Estados Unidos até agora.

O currículo de Kendrick Lamar de fato ficaria mais gordo com o Grammy de álbum do ano, mas a perda do troféu não significa nada. “To Pimp A Butterfly” continua sendo um dos discos mais geniais da década, sua mensagem segue se propagando e o rapper agora está ao lado de Nirvana, Beyoncé, Public Enemy e Beatles no hall de injustiçados pela academia. No fim, a carreira desses ícones da música não foi atrapalhada em nada pelos erros do Grammy – quem se prejudicou com o papelão foi a própria premiação

Autor: Tags: ,