Publicidade

Arquivo do Autor

sexta-feira, 22 de abril de 2016 Novidades | 16:54

Veja o clipe de “Vai”, novo single do recifense Barro

Compartilhe: Twitter

Líder da banda Dessinée, o recifense Barro agora está se aventurando em carreira solo. Seu primeiro trabalho é o bom single “Vai”, cujo clipe foi lançado neste mês.

Barro - Foto 3 - Single VAI - Credito_Louise Vas peq

Misturando dub a uma pegada pop bem gostosa, caprichada nos backing vocals, “Vai” é um som praiano que te faz ter saudade de Pernambuco mesmo sem nunca ter ido pra lá, além de uma ótima amostra do que vem por aí.

A faixa é parte do disco “Miocárdio”, o primeiro de Barro, que será lançado mundialmente pelo selo italiano A Buzz Supreme, que também trabalha com Criolo e Joss Stone.

Para comemorar o lançamento do clipe, Barro saiu em uma pequena turnê nacional, que acaba nesta sexta-feira (22) no Recife, depois de passar por São Paulo e São Carlos (SP). O show é gratuito e acontece no Roda Cultura (R. Me. Deus, 66) a partir das 19h.

Veja abaixo o clipe de “Vai”:

Autor: Tags:

sábado, 9 de abril de 2016 Novidades | 13:58

Após assalto na Argentina, Francisco, el Hombre planeja turnê e documentário em Cuba

Compartilhe: Twitter

Os integrantes do Francisco, el Hombre passaram por um pesadelo no começo do ano passado: durante uma turnê pela América Latina, eles foram assaltados na cidade argentina de Mendonza e tiveram todos seus pertences roubados. O que tinha tudo para ser o pior momento da vida dos músicos acabou se tornando em um ponto de virada quando os brasileiros se viram abraçados e ajudados pela comunidade latina. Mais de 15 meses depois do incidente, a banda planeja botar o pé na estrada novamente, desta vez com uma turnê por Cuba.

001_FEH_RodrigoGianesi_B

Divulgação/Rodrigo Gianesi

Convidados para tocar em um festival na ilha caribenha, a banda do interior de São Paulo embarca em junho e planeja transformar a viagem em um documentário sobre o lugar. “Abrimos uma campanha no Catarse [site de financiamento coletivo] e com isso a gente quer bancar essa ida pra lá e a gravação do filme”, explicou Mateo Piracés-Ugarte em entrevista ao iG.

Por enquanto, a banda já tem três shows marcados em Cuba: um na capital Havana e outros dois em cidades interioranas. Além de tocar pela primeira vez no país, o grupo pretende mostrar no documentário como é a produção de música na ilha. “A ideia é mostrar a cultura cubana, mostrar a música de lá, a cena de lá”, explicou Mateo. “A galera está se organizando de uma maneira independente, queremos mostrar um país onde não existe uma indústria musical”, continuou.

Por outro lado, o grupo ainda quer mostrar a realidade em um país com um regime esquerdista em tempos de tensões políticas no Brasil. “Vai ser interessante mostrar uma ilha que está há 50 anos sem internet, sem capitalismo, em tempos de polarização extrema, com a mídia satanizando a esquerda, que dia a dia vai caindo mais pra direita”, disse o músico.

Todos os planos que o Francisco, el Hombre vem fazendo mostram que o incidente na Argentina não traumatizou ninguém. Pelo contrário, só deu mais forças à banda. “A vida tira alguma coisa para colocar algo maior. Perdemos todos nossos bens e nosso norte, através da empatia fomos reconquistando”, disse Mateo, lembrando toda a ajuda que receberam na Argentina e no Chile após o assalto.

“Abraçamos o desafio de dar a volta por cima e trouxe muita coisa positiva”, continuou o músico. “O assalto nos deixou no chão, mas nos deu uma oportunidade de nos mostrar o que realmente somos”, resumiu.

A campanha de financiamento da viagem do Francisco, el Hombre para Cuba já atingiu 16% da meta de R$ 42.115 estipulada pela banda e fica no ar até maio. Para contribuir, acesse o site do Catarse.

Autor: Tags:

sexta-feira, 8 de abril de 2016 Novidades | 17:14

BaianaSystem celebra a Bahia com sons da América Latina em “Duas Cidades”

Compartilhe: Twitter

Ainda hoje muita gente acha que na Bahia só tem axé – e está redondamente enganada. Prova disso é o excelente disco lançado pelo BaianaSystem, “Duas Cidades”, que chega a todas as plataformas de streaming nesta sexta-feira (8). Sem ignorar o axé, o álbum é uma gostosa soma de ritmos latinoamericanos, reggae e batidas regionais que mostram a melhor característica da Bahia e do Brasil: a miscigenação.

Divulgação

Divulgação

Segundo álbum do coletivo, “Duas Cidades” soa como uma homenagem a um dos estados mais culturalmente efervescentes do Brasil e leva à Bahia a cumbia, o reggae e outros ritmos que se casam perfeitamente nas 12 faixas do disco.

À primeira vista, o som do BaianaSystem parece um legado do manguebeat do Nação Zumbi, mas é mais do que isso. É como se fosse uma evolução do movimento que eternizou Chico Science e se alimenta de tudo que aparece ao seu redor, incorporando elementos de vários estilos. É um tipo de música que arrasta multidões no Carnaval de Salvador e faz muita gente em qualquer canto do mundo – tanto que uma das faixas, “Playsom”, entrou na trilha sonora do game “FIFA 16”.

Outro ponto importante de “Duas Cidades” é a pegada política do disco. Se as batidas e os riffs são incríveis e contagiantes, as letras têm conteúdo e convidam à relfexão sobre problemas contemporâneos . A principal é “Lucro”, que discute até especulação imobiliária em um momento em que o Nordeste sofre com a selvageria do dinheiro.

A cereja do bolo são as participações especiais. Produzido por Daniel Ganjaman, o disco tem participações de Siba, Ganhadeiras de Itapuã e até Marcio Vitor, o vocalista do Psirico e dono do hit “Lepo Lepo”.

“Duas Cidades” tem tudo para ser o disco mais tropical lançado no Brasil neste ano e celebra a Bahia do jeito que ela merece: com música de qualidade, para dançar, mas sem fechar os olhos para os problemas.

Autor: Tags:

quinta-feira, 7 de abril de 2016 Agenda | 18:35

Selton volta ao Brasil para mostrar novo disco e reconquistar público de casa

Compartilhe: Twitter

Há oito anos na Itália, a banda gaúcha Selton volta neste mês ao Brasil para tentar atingir em seu país de origem o sucesso que já tem em sua terra adotiva. Com o ótimo “Loreto Paradiso” na bagagem, o grupo começa sua cruzada com um show no Rio de Janeiro neste sábado (9).

Divulgação

Divulgação

“Temos um feedback incrível no Brasil, queremos saber como vai ser com esse novo disco”, explicou o vocalista Ramiro Levy em conversa via Skype com o iG. Sem perder o sotaque gaúcho, o cantor reconhece que a banda já é mais conhecida na Europa do que no Brasil. “Aqui na Itália estamos mais inseridos, conquistamos um lugar aqui que no Brasil ainda estamos ralando para chegar”, disse.

Apesar de ter despontado já na Europa, o quarteto gaúcho pode ser considerado parte de uma boa safra de bandas que saíram do Rio Grande do Sul. Tanto que o músico afirma se identificar com Apanhador Só e Dingo Bells, bons representantes do novo rock gaúcho. “É muito bom ver que isso finalmente está saindo e sendo reconhecido”, comemorou.

O álbum “Loreto Paradiso” tem tudo para elevar o patamar do Selton no País. Sequência do elogiado “Saudade”, de 2013, que abriu as portas para a banda no Brasil, o disco constrata elementos eletrônicos com outros acústicos, seguindo uma linha encontrada no trabalho anterior e que agradou muito o grupo. “A gente queria se aprofundar mais nessa identidade encontrada, o ‘Loreto’ é um mergulho mais profundo”, explicou.

Mesmo assim, o álbum traz uma nova sonoridade e esse é o principal elemento que o Selton traz ao Brasil em sua bagagem. “O desafio que a gente tem tido é transpor a nova estética [das músicas] pro palco e está sendo incrível, a coisa mais preciosa é levar isso pro show”, garantiu Ramiro. “É quase como se a tivesse que reaprender a tocar”, resumiu.

Selton no Brasil
Rio de Janeiro
Quando: 9 de abril, às 20h
Onde: Audio Rebel (R. Visc. de Silva, 55, Botafogo)
Quanto: R$ 20

São Paulo (participação especial de Mauricio Pereira)
Quando: 10 de abril, às 19h
Onde: Auditório Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Parque Ibirapuera)
Quanto: de R$ 10 a R$ 20

Porto Alegre (participação especial de Dingo Bells)
Quando: 20 de abril, às 21h
Onde: Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº, Centro Histórico)
Quanto: de R$ 25 a R$ 35

Araraquara
Quando: 22 de abril, às 20h
Onde: Sesc Araraquara (R. Castro Alves, 1.315, Quitandinha)
Quanto: grátis

Autor: Tags:

sexta-feira, 1 de abril de 2016 Agenda | 20:49

Holger e Garotas Suecas celebram amizade com show em São Paulo

Compartilhe: Twitter

Holger e Garotas Suecas são bandas que surgiram na mesma época, se conhecem há muito tempo, gostam uma da outra e agora vão tocar juntas. Os dois grupos paulistanos se apresentam em São Paulo neste sábado (2) para celebrar a amizade de anos e o EP “Sexualidade e Repressão“, lançado recentemente pelo Holger.

Divulgação

Divulgação

“Foi a gente que escolheu o Garotas Suecas para abrir o show, são nossos amigos”, contou Marcelo Altenfelder ao iG. “São bandas que cresceram juntas e a gente gosta muito da banda, de coração”, continuou.

Além de celebrar a amizade entre as duas bandas paulistanas, o show deste sábado mostra ao público paulista o novo EP do Holger. Com quatro faixas, o novo lançamento é um compilado de músicas que ficaram de fora de “Holger”, disco de 2014. “O EP fecha um ciclo e libera a gente pra o que sei lá o que a gente vai ser”, explicou Pata. “É o fim do Holger quando era cinco, quando tinha o Artur na banda”, disse sobre o novo trabalho.

Mesmo com uma carreira sólida e uma legião de fãs, a caminhada do Holger está cada vez mais complicada. “A ideia é não parar nunca, mas é complicado porque a vida aperta com a idade, com os compromissos”, admitiu o músico, que tem que equilibrar os shows e os ensaios com a carreira médica e seus dois filhos. Essa preocupação é unânime no grupo. “Rola o tempo inteiro esse papo de está ficando complicado”, disse Marcelo, mas garantindo que a vontade de continuar com a banda é maior que as dificuldades.

Por isso, a banda já pensa em seu novo trabalho: o quarto disco do Holger. Algumas músicas do novo álbum já estão prontas e os caras devem entrar em estúdio ainda neste ano. “Fizemos umas seis ou sete músicas em janeiro”, disse Marcelo sobre o projeto, previsto para 2017.

Divulgação

Divulgação

Se o Holger vai usar o show deste sábado para lançar um novo EP, o Garotas Suecas vai dar sequência ao compacto lançado em julho do ano passado, “Mal Educado“.

Além das três faixas do projeto, a banda paulistana promete tocar músicas inéditas que vão estar em seu próximo álbum, previsto para sair ainda neste ano. “A gente quer que as músicas tenham uma vivência ao vivo”, explicou Tomaz Paoliello sobre a decisão de estrear as novas músicas no palco. 

Mais do que uma celebração de amizade e lançamentos de coisas novas, o show do Holger com o Garotas Suecas pode ser o primeiro passo de uma parceria maior. “A gente tem a intenção que esse show seja o lançamento dessa parceria, vai vir mais coisa”, garantiu Tomaz. “Podemos fazer mais shows juntos, por ter tanta proximidade”, ponderou Marcelo Altenfelder antes de sugerir uma coisa que seria o sonho dos fãs das duas bandas. “No ano passado, o baterista do Garotas tocou com a gente. De repente junta Garotas com o Holger e vira uma banda só”, brincou.

Garotas Suecas e Holger no Unibes Cultural
2 de abril – sábado
Garotas Suecas às 18 hs
Holger às 20 hs
R$ 30 (meia: R$ 20)
r. Oscar Freire, 2500
ao lado da estação Sumaré do Metrô

Autor: Tags: ,

sábado, 12 de março de 2016 Agenda | 00:00

Festas, gastronomia e muita música: centro de SP recebe casa de shows temporária em março

Compartilhe: Twitter

Os fãs de música terão um novo espaço favorito em São Paulo em março e abril: a Casa Levi’s, que levará shows, festas e boa comida para o centro da capital paulista.

Divulgação

Divulgação

O espaço vai celebrar os 143 anos do icônico jeans 501 com três semanas de festas entre as quintas e domingos. Passam pela casa nomes como Inky, Otis Trio, Lara e os Ultraleves e Bocato. Entre as festas, os destaques são a Venga-Venga e Jambox.

Além de tudo isso, a casa vai ter espaço para quem gosta de comer bem. Chefs como Luciano Felix, Luciana Gonzales e Grazie Gra vão pilotar as panelas enquanto o pessoal se acaba na pista.

A Casa Levi’s é gratuita e funcionará entre os dias 17 de março a 10 de abril na Rua Vitorino Carmilo, 449. Veja abaixo a programação completa:

QUINTA-FEIRA – 17/03
Quinta Blues

18H00 – Abertura para o público
21H00 – Show – Ozório Trio
Cozinha: Massaria Di Stefanni – Chef Luciano Felix

  • Abertura de exposição
  •  Fotografia:Rafael Pavarotti e Rogério Cavalcanti
  • Artes plásticas: Marco Aurélio Rey

SEXTA-FEIRA – 18/03
Sexta independente

18H00 – Abertura para o público
21H00 – Selo RISCO apresenta Mustache & Os Apaches
Cozinha-  Ghee Banqueteria

SÁBADO– 19/03
FESTA

14H00 – Abertura para o público
14h30 – Yoga Método DeRose
16H00 – festa Venga-Venga
Cozinha – Bianca Bertolaccini

Cineminha – documentário 501® / Juventude Transviada 1955 – James Deam
Live paint – Apolo Torres
Espaço para brincadeiras de quintal e dog friendly.

DOMINGO– 20/03
RELAX
14H00 – Abertura para o público
18H00 – Show Lara e os Ultraleves
Cozinha –  Petit Gastronomia – Chef Victor Dimitrow

Cineminha – Para sempre Teu – Caio F. Abreu (2 sessões)
Espaço para brincadeiras de quintal e dog friendly.

QUINTA-FEIRA – 24/03
Quinta Blues
18H00 – Abertura para o público
21H00 – Show – Bocato
Cozinha– Marcus Santander

*Abertura de exposição – Fotografia: André Baptista
Artes Visuais: Gabriel Pitangarcia

SEXTA-FEIRA – 25/03
Sexta independente
18H00 – Abertura para o público
21H00 – Balaclava Records apresenta P A R A T I
Cozinha–Talita Campos

SÁBADO– 26/03
FESTA
14H00 – Abertura para o público
14h30 – Yoga Método DeRose
16H00 – festa Despacho

Cozinha– Coletivo Cookers
Cineminha – documentário 501® / O Selvagem 1954 – Marlon Brando
Live paint – Grazie Gra
Espaço para brincadeiras de quintal e dog friendly.

DOMINGO– 27/03
RELAX
14H00 – Abertura para o público
18H00 – Strobo e  Baobá Stereo Club
Comidas – Prato Feito

Cineminha – Documentário 501®/ Rastros de Ódio – 1956 – John Wayne
Espaço para brincadeiras de quintal e dog friendly.

QUINTA-FEIRA – 31/03
Quinta Blues

18H00 – Abertura para o público
21H00 – Show – Otis Trio
Cozinha – Luciana Gonzales

Abertura de exposição – Fotografia: Alessandra Levtchenko

  • Artes plásticas: Valter Nú

SEXTA-FEIRA – 01/04
Sexta independente
18H00 – Abertura para o público
21H00 –  Mono.Tune Records apresenta FingerFingerrr
Cozinha–HM food

SÁBADO– 02/04
FESTA
14H00 – Abertura para o público
14h30 – Yoga Método DeRose
16H00 – festa Sistema Negro

Cozinha – FishBone – Chef Fredy Borba
Cineminha – documentário 501®/ Jailhouse  Rock 1957 – Elvis Presley
Live paint – Kaur
Espaço para brincadeiras de quintal e dog friendly.

DOMINGO– 03/04
RELAX

14H00 – Abertura para o público
18H00 – Show – Beach Combers

Cozinha – Holy Burgue
Cineminha – Documentário 501®/ Os Desajustados – 1961 – Marlyn Monroe
Espaço para brincadeiras de quintal e dog friendly.

QUINTA-FEIRA – 07/04
Quinta Blues

18H00 – Abertura para o público
21H00 – Show – Martinez

Cozinha – Baderna Food – Chef Lívia Collino

  • Abertura de exposição –Fotografia: Debby Gram
  • Artes Plásticas: Luiz Martins

SEXTA-FEIRA – 08/04
Sexta independente

18H00 – Abertura para o público
21H00 – Uivo apresenta Inky

Cozinha – RuAA – Chef Flávio Tupinambá

SÁBADO– 09/04
FESTA

14H00 – Abertura para o público
14h30 – Yoga Método DeRose
16H00 – festa Jambox

Cozinha – Gui Bonfim
Cineminha – documentário 501®/ A Vida Privada – 1962 – Brigitte Bardot
Live paint – Bruno Perê
Espaço para brincadeiras de quintal e dog friendly.

DOMINGO– 10/04
RELAX

14H00 – Abertura para o público
18H00 – Show – Kubata

Cozinha –Prato Feito
Cineminha – Documentário 501®/  Easy Rider – 1969 – Dennis Hoper e Peter Fonda
Espaço para brincadeiras de quintal e dog friendly.

Autor: Tags:

sexta-feira, 11 de março de 2016 Agenda | 17:47

Overfuzz leva rock goiano ao interior de São Paulo

Compartilhe: Twitter

A banda goiana Overfuzz começa nesta sexta-feira (11) uma turnê pelo interior de São Paulo. Os shows passarão por cinco cidades do estado e ainda vão render ao grupo uma gravação no Converse Rubber Tracks, projeto mundial da Converse que oferece a chance de bandas independentes gravarem em um estúdio de ponta com equipamentos profissionais.

Divulgação/Rafaella Pessoa

Divulgação/Rafaella Pessoa

Cria de uma das cenas mais promissoras do Brasil, o trio tocou na capital paulista nessa quinta (10) e agora pega a estrada rumo a Jaú, Itapetininga, Piracicaba, Serrana e Ribeirão Preto para apresentar o disco de estreia “Bastard Sons of Rock ‘n’ Roll”.

“A turnê nos possibilita apresentar o nosso trabalho para as pessoas que ainda não tiveram a oportunidade de ver algum show nosso ou mesmo conhecer a banda”, conta o vocalista Brunno Veiga sobre os shows.

Veja abaixo a agenda da Overfuzz no interior de São Paulo:

11/03 – Jaú – General Bar
16/03 – Itapetininga – Espaço do Som
18/03 – Piracicaba – Casarão Bar
19/03 – Serrana – CECAC
20/03 – Ribeirão Preto – O Hierofante

Autor: Tags:

sexta-feira, 4 de março de 2016 Novidades | 21:27

Kendrick Lamar lançou uma obra-prima com os restos de “To Pimp A Butterfly”

Compartilhe: Twitter

O disco mais recente de Kendrick Lamar, “To Pimp A Butterlfy“, não foi eleito o melhor de 2015 à toa. Tanto que nesta sexta-feira (4) o rapper lançou um novo álbum só com o que sobrou daquelas sessões de gravação e, mais uma vez, fez uma obra-prima.

screen-shot-2016-01-14-at-9-15-37-pm

Com oito faixas, “untitled unmastered.” mostra que “TPAB” podia ter sido um disco ainda melhor. As músicas que não entraram no álbum mantêm a mesma qualidade daquelas que entraram e só confirmam que Kendrick Lamar é um dos maiores nomes de nossa geração.

Assim como o álbum, as faixas não têm título e são identificadas por um número e a data em que provavelmente foram gravadas. As datas indicam que as músicas são de um período que vai de 2013 a 2016.

Curiosamente, o disco foi lançado após um pedido especial de LeBron James. Depois de ver Kendrick no Grammy, o jogador de basquete usou o Twitter para pedir que o rapper liberasse as músicas que não foram usadas em “To Pimp A Butterfly” – e o pedido foi atendido.

Enquanto Kanye West causa com seu “The Life of Pablo” e faz suspense sobre um possível novo álbum, Kendrick Lamar consegue lançar um disco ainda melhor só com aquilo que ele achou que não valeria a pena ser lançado.

Ouça abaixo “untitled unmastered.”:

Autor: Tags:

quinta-feira, 3 de março de 2016 Novidades | 18:44

Selvagens à Procura de Lei celebram nova fase com “Praieiro”, seu terceiro álbum

Compartilhe: Twitter

O Selvagens à Procura de Lei lançou nessa terça-feira (1) o álbum “Praieiro“, o terceiro de sua carreira. O disco celebra uma nova fase na carreira do grupo cearense. “É diferente por causa de nós quatro, saímos de Fortaleza e agora estamos morando em São Paulo”, explicou Gabriel Aragão em entrevista ao Faixa1.

A mudança de vida do quarteto se refletiu no resultado de “Praieiro”, um disco que realmente tem uma pegada mais tropical misturado ao rock característico da banda.”O nome não é saudosista”, avisou o guitarrista para qualquer um que possa achar que os músicos sentem falta das praias de Fortaleza. “Moramos juntos e começamos a ouvir músicas juntos, então tivemos as influências dos quatro”, explicou.

Gravado na Red Bull Station, em São Paulo, o álbum passou por um processo bem lento. As músicas ficaram prontas no começo de 2015, mas só foram lançadas mais de um ano depois. “Ouvimos um primeiro mix e não gostamos, então tentamos fazer outro. A gente não tinha pressa para lançar o disco, era melhor lançar do jeito que a gente queria”, explicou.

Nos braços do povo

Com uma base de fãs que cresce cada vez mais, o Selvagens é hoje uma das bandas mais importantes da música independente do Brasil. Tanto que o novo disco foi todo financiado pelos fãs através de um crowdfunding. “É um disco libertador em vários sentidos”, definiu o baixista Caio Evangelista. “‘Praieiro’ é fruto da nossa entrega, foi uma fase de autoafirmação como músicos”, continuou.

Essa fase de autoafirmação também vem depois do grupo deixar o contrato com uma gravadora e voltar a tomar as rédeas de sua carreira. “Todo artista é dependente do seu público, não acredito em outra forma, você pode estar na gravadora ou não”, explicou Caio sobre sua discordância do termo “independente”. Mas ele admite que não ter uma gravadora empodera mais a banda. “A principal coisa de ser independente é tudo estar na sua mão, e queremos trabalhar com nosso público”, explicou.

O lançamento de “Praieiro” acontece no Sesc Pompeia, em São Paulo, nesta sexta-feira (4) a partir das 21h30. Os ingressos custam até R$ 6.

Autor: Tags:

terça-feira, 1 de março de 2016 Novidades | 19:46

Melhor representante do pop brasileiro, Jaloo lança clipe de “Last Dance”

Compartilhe: Twitter

Quem diz que não existe música pop no Brasil definitivamente não ouve música brasileira. Prova disso é Jaloo, que lançou nesta terça (1) o clipe lindo de “Last Dance”, faixa de seu álbum de estreia “#1”.

O clipe é simples e bem triste, mas traz aquela tristeza tão bela que não consegue te derrubar. Aliás, todo o disco tem essa pegada e até as músicas mais felizes têm letras reflexivas.

Saído do interior do Pará, Jaloo é o melhor nome do nosso pop. Misturando influências de sua terra natal à produção pop gringa, ele não é uma mera reprodução do que é feito lá fora, mas sim um cara que absorve tudo o que vê de interessante e  aplica isso a sua produção. O resultado é incrível e único.

Veja abaixo o clipe de “Last Dance” e aproveite para ouvir na íntegra o álbum “#1” no YouTube:

Autor: Tags:

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última